sexta-feira, setembro 30, 2005

A Verdade em balões de gás.



Esta é a imagem mais bonita que eu vi na internet em anos. Representa ao mesmo tempo o ponto mais baixo que uma ideologia enlouquecida pode chegar em tentar aprisionar o espírito humano e quão alto este mesmo espírito pode chegar para tentar recuperar sua liberdade.

A imagem vem da fronteira entre as duas Coréias e mostra alguns desertores do regime Norte-Coreano tentando espalhar a Palavra de Deus de volta ao seu país da única maneira possível: amarrando folhas da Bíblia em balões que são soltos para o outro lado da fronteira.

É improvável que outra imagem tão cheia de esperança e verdadeira solidariedade possa revelar subliminarmente o nível de brutalidade de um regime totalitário.

Nos sentimos chocados quando vemos as imagens de sofrimento físico (tortura, agressões e mesmo assassinato) contra inocentes civis nestes regimes, mas a tentativa de controle do pensamento, do espírito humano pode ser ainda mais dolorosa.
Segundo estas pessoas esta é a única forma de "espalhar a Palavra de Deus ao povo da Coréia do Norte". (fonte Daily NK)

Por exemplo aqui, na América Latina, numa cela qualquer de prisão, suja e sem comida adequada, ainda é permitido aos condenados o livre acesso às leituras e mesmo `a Bíblia.

O que me toca nesta imagem também é um entendimento de que elas não estão assim tão distantes do nosso horizonte. Passo a passo o torniquete secular contra cristãos, o cristianismo e seus símbolos começa a exercer uma pressão sensível - mas irresistível - nas democráticas sociedades ocidentais. A cada justificativa de "divisão do Estado e Igreja" mais e mais anti-cristianismo é vendido como sendo a atitude moderna e adequada a adotar.

Crucifixos estão para ser retirados das salas dos tribunais gaúchos, assim como já o foram de todas as salas de aula na França além da tentativa de retirada de representação dos "Dez Mandamentos" frente à Suprema Corte americana são sinais claros.

Apesar do senso comum acreditar que o capitalismo venceu o comunismo num longínquo ano de 1989, estamos como sociedade nos aproximando cada vez mais dos valores e credos dos regimes socialistas/comunistas, como ateísmo, anti-cristianismo, tentativas de "reforma" e controle sociais. O "vencido" sempre adota os valores culturais do vencedor, correto? Então alguma coisa está errada pois o que acontece no mundo de hoje é o contrário.

Cada vez mais os valores de uma ideologia morta e suas fobias são absorvidos pelo ocidente, numa onda irresistível. É a "convergência" (tal como explicada no artigo de Heitor de Paola para o MSM: "Raízes Históricas do Eixo do Mal Latino Americano" - parte V) em seu mais avançado estágio de aplicação. A convergência prega a aproximação dos valores capitalistas e comunistas, mas com a predominância dos últimos.

O que fica claro é que a marcha contra as religiões ocidentais - cristianismo e judaísmo - irá aumentar ainda muito, inclusive por aqui.

Quando por aqui chegar, esta imagem não será apenas um registro factual histórico, mas também profética: estaremos todos nós a espalhar a Palavra do Senhor (ou seu sinônimo, a Verdade) em balões de gás soltos ao anoitecer...

12 comentários:

Anônimo disse...

FeedDigest Receives Angel Funding To Extend Services
Feed manipulation and content syndication service FeedDigest has announced it has received a significant amount of angel funding to enable it to extend its service and feature set.
Find out how you can buy and sell anything, like things related to music on interest free credit and pay back whenever you want! Exchange FREE ads on any topic, like music!

Beto disse...

Bela matéria, parabéns!

Norma disse...

Lindo, LA! Vai para um monte de amigos...

Beijos!

marcos disse...

O liberalóide ataca mais uma vez. Enche lingüiça usando uma foto, que pode muito bem ter sido montada, para tentar fazer uma ligação impossível entre democracia e adoção de simbolos religiosos em prédios do Estado. Na fronteira entre as Córeias do Norte e do Sul, existe um território desmilitarizado. Portanto, seria improvável que os balões da foto chegassem ao lado nortista. E se chegassem, certamente seriam alvejados pelos soldados da fronteira. Onde não existe separação entre Estado e religião, existe o totalitarismo, pois a vontade do governante não pode ser contestada, por representar a vontade divina. Separar o Estado da religião foi a maior contribuição da Revolução Francesa à Humanidade, abrindo caminho para uma democracia formal no capitalismo, e para um democracia mais avançada no socialismo, pois este apresenta a liberdade como meio para atingir a felicidade, e não como um fim em sí mesma, distanciada da realidade. O capitalismo de hoje é um regime totalitário, onde o indivíduo é massacrado pela massificação cultural. As corporações capitalismo têm mais Poder que os Estados, e impõem a sua vontade aos governos eleitos através do chamado mercado financeiro, anulando as prerrogativas do povo no sufrágio universal. Face a esta terrível realidade, existem aqueles que lutam contra o totalitarismo capitalista, como os socialistas. Existem aqueles que são rebotalhos da massificação promovida pela ideologia dominante, e chamam a tirania de liberdade, como os besteirólogos liberalóides. E também existem os que tratam de encher os cofres, os capitalistas.

Eduardo disse...

Que lamentável observar esse assédio constante da podridão esquerdista neste blog. Como explicar uma torpeza dessas?

Luis disse...

Acho lamentável a defesa desta tese de que o estado necessita de uma religião, eu como agnóstico acho que todas as religiões imbecilizantes e me sentiria lesado se o estado tomasse partido de alguma seja qual ela for.

Norma disse...

Pelo menos o cara não postou como anônimo, Eduardo... Vamos dar uma chance a ele.

Caro Marcos, antes de uma conversa mais aprofundada e propriamente filosófica, que tal falar de números? Faça um esforço matemático e compare, por favor:

- O valor que o Estado brasileiro retira, em impostos, das tais "corporações mais poderosas" que você citou, e o valor dos lucros que essas corporações obtêm. Depois me diga quem é o mais poderoso.

- O número de mortos em decorrência da Revolução Francesa, acrescentado ao número de mortos pela ideologia comunista em países como Rússia, China, Cuba e outros, com o número de mortos pela religião (inquisição e guerras entre protestantes e católicos, por exemplo).

Garanto que você vai se surpreender. Se, no entanto, ainda sobrar algum argumento não numeral, volte aqui e então a gente conversa.

marcos disse...

Os tributaristas de direita dizem que a carga tributaria no Brasil e de cerca de 35% do PIB, no que sao corroborados por "jornalistas" que defendem os interesses das corporaçoes capitalistas na chamada grande imprensa. Examinando a realidade do que o Fisco realmente arrecada, a conclusao e outra. A maior carga de impostos cai sobre os trabalhadores de baixa renda, que pagam impostos indiretos altissimos (em termos absolutos e relativos) e a camada media da sociedade, que paga a maior parte do montante do Imposto de Renda. As grandes empresas tem no Brasil um paraiso fiscal. Dados de 1999 dao conta de que, das 500 maiores empresas do Brasil, cerca de 250 nao pagaram um centavo de Imposto de Renda naquele ano. A outra metade dessas empresas pagou em media, 5% de imposto. Quem revelou esse descalabro nao foi nenhum esquerdista. Foi o ex-secretario da Receita Federal no governo FHC, Everardo Maciel, do PFL e afilhado politico de ACM, o Malvadeza. Tudo graças as "brechas na lei" feitas cuidadosamente por seus prepostos no Congresso Nacional.

Os direitistas sao pessoas engracadas. Usam a tecnologia, tao condenada pelos medievalistas que sao seus "gurus" (Olavo de Carvalho, Paul Johnson, Papa Bento XVI) para condenar os avanços da Humanidade rumo a uma "irmandade de homens", como bem escreveu John Lennon.

Torquemada e o "Che" Guevara dos direitistas!

Celso Fonseca disse...

Concordo com quase tudo do que o autor escreveu. Mas sou a favor da separação entre Igreja e Estado.
Como Ministro Batista sou a favor que o Estado não se meta com a religião. Nem a favor, nem contra.

Celso Fonseca

Renato disse...

Engraçado, por quê não foi comentado nada sobre o secularismo europeu? As matanças do comunismo não tiveram relação religiosa e sim política. Pena que o mesmo não pode ser dito pelas guerras e masacres cristãos.

A História é a prova do perigo que é misturar religião com o Estado. Esses dois separados já fazem tanto estrago!

Parabéns pelo bom-senso, Celso e Igreja Batista!
O Laicismo deveria ser do interesse de todos. Pois nenhuma crença deve ser reprensentada pelo Estado, dando total liberdade aos cidadão sobre o assunto.

Morganashiva disse...

Esse blog tá muito bom, Luis!

Roberto Iza Valdes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.