domingo, setembro 25, 2005

Heitor de Paola: o Heródoto da revolução Gramsciana no Brasil (e América Latina)

Ler um conjunto de textos como os de Heitor de Paola  para o Mídia Sem Máscara, chamados de " Raízes  Históricas do  'Eixo  do Mal'" (atualmente na Parte V),  nos fazem acreditar que existe vida inteligente no Brasil. Mas são exceções que só confiram a regra.

O trabalho de Heitor é de cair o queixo em termos de abrangência e ousadia: usar da mesma metodologia empregada por Anatolyi Golitsyn em "New Lies for Old" e "The Perestroika Deception" para decifrar as origens da barafunda em que nos metemos.

Golitsyn (ex-agente de informações da KGB que desertou para o ocidente em 1961) foi o primeiro a antever as mudanças no mundo soviético (Gorbachev, Glasnost, Queda do Muro de Berlim) muito antes de que elas pudessem ser sonhadas. Também anteviu o mundo pós-comunista como sendo apenas aparentemente "capitalista" (Rússia, China ), numa estratégia de disfarce perfeita.

A aposta era alta e Heitor a realizou -- ainda não por inteiro, pois falta um último capítulo -- com brilhantismo espetacular.

Cruzar os dados de Golitsyn, sobre a estratégia de longo alcance comunista global, com as iniciativas históricas locais é o cerne destes artigos. Eles descortinam o perfeito "timing" entre a estratégia global e seus respectivos atores locais, concluindo por sua completa dependência e obediência aos primeiros.

Além disso, ao citar as "iniciativas locais" se baseia em sólidas referências à esquerda (Elio Gaspari, ) e à direita (Mona Charen, Carlos Azambuja) , além de muitas outras que seria enfadonho listar.

Enfim, toda a série é um item obrigatório para entender o momento atual.

Como disse, nem tudo está perdido na intelectualidade brasileira. Pena que no mundo intelectual "oficial" só se avistem nulidades de grosso calibre, "transformistas" intelectuais.

Se Olavo de Carvalho é verdadeiro oráculo nacional , Heitor é o "pai da história" da revolução cultural do Brasil. O nosso Heródoto.

2 comentários:

Anônimo disse...

Joining the Chorus of Disapproval
I think it's fair to say that in the last few years, Macs running OS X have become widely used among a certain section of the weblogging and tech conference-going digerati; when one of the best known people in ...
I was just searching blogs and found yours. I like it!

Sonny M.

If you have a moment, please visit my site on teen depression...I think you'll find it interesting. It pretty much covers teen depression related stuff.

Come and check it out if you get time :-)

polenta disse...

Os liberalóides parecem aquelas candidatas em concurso de miss, que adoram a "filosofia" do livro "O Pequeno Príncipe", e consideram-no o resumo de toda a literatura mundial.
Enquanto lêem Olavo De Carvalho (na verdade, pseudônimo de um banqueiro do Bradesco), Paul Johnson, esse Heitor (que infelizmente, não é o grande compositor Heitor Dos Prazeres) e outros contadores de histórias de carochinha; Brzezinski escreve histórias verdadeiras de opressão contra a Humanidade, realizadas pelos estadunidenses. É claro que os liberalóides não podem ler estas histórias. Elas podem lhes tirar a inocência infantil do idílico capitalista. Enquanto isso, G.W.B., Cheney, Rice, os verdadeiros "caras maus" agradecem os inocentes e inúteis liberalóides. E enchem os próprios cofres.