quinta-feira, junho 08, 2006

Imagens to quebra-quebra no Congresso

Eis aqui as imagens do quebra-quebra no congresso comandado pelo MLST.
O MLST tem um líder - Bruno Maranhão - que é da comitiva nacional do PT.
Precisa dizer alguma coisa a mais??
Lembro que em 2000, aqui em Porto Alegre, quando o PT e seus amiguinhos nos movimentos sociais destruíram o "relógio dos 500 anos", não faltaram "companheiros" para defender os radicais, alegando ser um fato "isolado" na história pacífica dos tais movimentos sociais.
A violência sempre será um recurso à mão para todo e qualquer militante como estes do PT, MST, MLST ou seus comparsas do PCC e CV.

3 comentários:

Rodrigo Xavier disse...

Olá Luís,

A formação de grupos populares armados é importante para um viés totalitarista. Os sem terra cumprem a função de desestabilizar a ordem da democracia contemporânea.

Sua natureza é leninista, na idéia mesmo de tomar de assalto ao Estado.

As imagens, sejam as da barbárie no Congresso, sejam as da reunião,deixam isso claro.

Abraços.

Anônimo disse...

Manifesto Popular de Apoio, para conclamação às Forças Armadas Brasileiras para que cumpram seu dever constitucional de proteger o Estado Democrático de Direito.

http://www.shorttext.com/10s7s

Quem concordar com o manifesto, deverá enviar, o mais rápido possível, um e-mail com os seguintes dizeres "Sou da comunidade FORA LULA e assino o MANIFESTO POPULAR".

O e-mail do homem é acm@senador.gov.br

http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=73071&tid=2468954582102383970&na=1&nst=1

Inimigo Coletivo disse...

Este tipo de manifestação só se combate efetivamente por meio da porrada. Tolerância ZERO para o crime e a desordem causada por grupos inimigos da democracia. Como creio que pouca gente pensa desta forma, não me resta outra opção a não ser entender que as coisas apenas continuarão a piorar, piorar, piorar...