quinta-feira, junho 28, 2007

CIA: China mandou dinheiro para Brizola

Deu na Zero Hora: Brizola levou algum dinheiro da China para implantar a revolução no Brasil.


Confirma-se então que Brizola foi o maior escroque do comunismo internacional. Já havia ganho dinheiro de Fidel para financiar a revolução (falhada) no Brasil. Na verdade deve ter fugido para o Uruguai e usado o dinheiro para comprar fazendas.


Aí foi em busca do ouro de Pequim..




CIA: China mandou dinheiro para Brizola


Agência de inteligência dos EUA diz que governo comunista apoiou planos de guerrilha do gaúcho


RODRIGO LOPES


Entre as mais de 11 mil páginas de um calhamaço de 147 documentos liberados pela CIA na terça-feira estão revelações de como a agência de inteligência dos EUA analisava a tentativa do ex-governador gaúcho Leonel Brizola de voltar ao Brasil, após o golpe militar de 1964 e o exílio no Uruguai. Em um dos documentos, a CIA diz que o trabalhista havia recebido dinheiro do governo comunista da China para dar início a ações de guerrilha no sul do Brasil.


Era 1965, um ano depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, Brizola, cunhado de Jango, estava exilado no Uruguai. Na página 160 do documento intitulado A Disputa Sino-Soviética dentro do Movimento Comunista na América Latina, a CIA diz: "Em meados de 1965, Leonel Brizola buscou apoio chinês através da embaixada da China em Paris, por meio de um assessor, Paul Schilling, que pode, de fato, ter visitado Pequim".



Tags: analisava | apoio | assessor | brasil | Brizola | buscou | China | comunista | cunhado | dentro | depois | derrubou | dinheiro | Disputa | documento | embaixada | estava | ex-governador | exilado | fato | golpe | Goulart | governo | guerrilha | havia | intitulado | Jango | latina | Leonel | mandou | meados | meio | militar | movimento | Para | Paris | PAUL | pequim | pode | PRESIDENTE | recebido | schilling | tentativa | trabalhista | Uruguai | visitado | voltar

Um comentário:

Jesus disse...

Importante a ação de homens como você, Luís Afonso, comprometidos com o resgate da verdade, doa a quem doer. Acho que estes brilhantes agentes que produziram informações inquestionáveis foram os mesmos que treinaram os agentes da CIA que atuaram mais recentemente no Iraque e descobriram lá armas de destruição em massas, que, até hoje, as forças armadas americanas não encontraram. Por absoluta incompetência! Digo isto porque acredito na CIA - apesar de seus agentes não saberem distinguir genro de cunhado.