quarta-feira, dezembro 13, 2006

Deixando o Brasil

No próximo sábado,16 estarei viajando para Portugal. É uma viagem preliminar mas o objetivo está definido: Vou morar e trabalhar por lá.

Recebi uma proposta muito interessante e decidi aceitar.

Se fosse em outra época não teria aceitado, mas o ambiente atual de degradação (entrópica) do país não deixa dúvidas que a piora só vai aumentar.

Não quero mais este ambiente pseudo-carnavalesco em que as vítimas se multiplicam a cada dia. O país está tomado por bandidos de dois tipos: os que matam e os que ajudam aos que matam a matar mais e melhor (e ainda são eleitos para isso).

Antigamente o carnaval no país durava apenas três dias. Agora temos 365 dias consecutivos de irrealidade.

A cultura do país morreu há décadas. Às vezes penso que estou naquela peça do Ionesco "Rinocerontes": Decidi que eu não quero me tornar um deles!!!
Dizem que Portugal não está dentre os melhores da Europa, mas mesmo se tiver entre os piores, ainda assim está muito acima do estado do Brasil atual.
Quero uma possibilidade melhor para a minha filha.

É claro que vou sentir saudades de muitos daqui. Dos amigos, da minha família e da minha filha, mas acho que a simples oportunidade já é uma bela compensação.
Não se preocupem pois vou tentar atualizar o blog.
Até mais.
LA

2 comentários:

Jardel disse...

A vontade é a mesma, mas ainda estou amarrado aqui!

Anônimo disse...

sou um freqüentador e fã de teu blog.
apesar de apreciar o teor dos assuntos, não concordo com tudo.o que fazer?
mas sou um fã da liberdade de expressão inteligente e não mastigada pelos meios de comunicação, sejam oficiais, ou não!
fico vendo a transformação gradual de nosso País para um grande paraíso dos 'importados', movido por uma população famélica, desnutrida e deslumbrada com seu representante-mór (ave césar ou frutos-do-mar! como queiram!)
te desejo muita sorte!
espero pelos novos posts!
grande abraço e vá com DEUS!
anhanguera