sexta-feira, março 16, 2007

Eucalipto e a Revolução

O jornalista Políbio Braga

denuncia outra falácia pseudo científica dos radicais de esquerda do Brasil: Eucalipto "bebe" muita água..



"A inquisição trotskista do governo Lula acha que eucalipto devora água. 15.03.07 | 17:59 -

`Este não vai mais beber água !´

bah, tchê: é duro ter que agüentar um bagual desses dizer uma barbaridade dessas, tentando justificar a ordem que veio de cima (da turma do DS, a Democracia Socialista, uma espécie de moderna inquisição trotskista, do ministério do Desenvolvimento Agrário) para destruir as plantações de eucalipto do assentamento Novo Pedro Osório, do MST, no município gaúcho de Pedro Osório. A declaração calhorda foi reproduzida por Zero Hora. . O MDA não está interessado em destruir o eucalipto, mas em destruir o capitalismo e a democracia. Qualquer palavra de ordem serve. É só encontrar ativistas de extrema esquerda, analfabetos funcionais e ressentidos pela frente."

O próprio jornalista dá um link para o desmentido científico desta falácia, aqui



Encontreio outra, muito interessante, aqui.

Um trecho:



"ma das críticas que se costuma fazer ao eucalipto é que ele precisa de muita água durante a fase de crescimento. Isto é desmentido por estudos recentes, que têm mostrado não haver muita diferença entre o consumo de água de diversas espécie florestais e o eucalipto.

Isso também é verdade em comparação com a agricultura: ele apresenta consumo parecido com o do café e menor do que o da cana-de-açucar. Em países com pouca disponibilidade de água, como Espanha, Itália, Israel e Marrocos, grandes áreas estão sendo usadas para o plantio de eucaliptos, sem problemas. No caso de Israel, inclusive áreas de deserto estão sendo usadas para agricultura, depois do cultivo do eucalipto por períodos entre 20 e 30 anos."



Comentário:

Concordo com o Políbio: não tem nada a ver com água ou ecologia, mas sim uma desculpa para acabar com um agro-negócio lucrativo. Quanto mais lucrativo o agro-negócio, menor a importância do MST.

Históricamente a esquerda sempre achou desculpas para denunciar qualquer atividade agrícola lucrativa:

- A monocultura da soja n

- O uso de agrotóxicos

- O gado de corte



Tudo têm uma desculpa, quase sempre ecológica para seus ataques...



Nada mais é que mais um round da "revolução"





powered by performancing firefox

Um comentário:

PATRICIA M. disse...

Lembrando tambem que os ecochatos sao um tanto quanto fanaticos, portanto casam bem ambas as correntes ideologicas. A salvacao do planeta comeca por regredirmos a estagios pre-historicos. Quem sabe se quando cada familia tiver uma terrinha, e plantar a sua subsistencia apenas, nao seremos um planeta feliz? :-)