quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Repressão ao crime é a arma mais eficaz contra o crime..Óbvio (?!!)

O primeiro mês do governo Yeda Crusius no RS (Brasil) tem uma grande
vitória: Os números do combate ao crime. Vejam os
resultados.



Entre
os 16 indicadores com números positivos, em relação
ao mês de janeiro de 2006, está o estelionato, que teve
redução de 52,33%, o latrocínio, que caiu
14,29%, o abigeato, com queda de 27,55%, o roubo a motorista de
lotação, com redução de 11,11%, o
seqüestro-relâmpago, que registrou queda de 24,24%, o
roubo a motorista de caminhão de carga, reduzido em 5,41%, o
furto de veículo, com queda de 15,47%, o roubo a motorista
particular, reduzido em 26,55%, o roubo a carro forte, que teve queda
de 100%, o furto/arrombamento a estabelecimento bancário, que
diminuiu em 77,78%,
furto/arrombamento a caixa eletrônico, reduzido em 100%, e os
homicídios, que caíram em 9,09%. Os itens posse de
entorpecentes e tráfico de entorpecentes tiveram redução
de 6,34% e de 0,48%, respectivamente.

Source: sjs.rs.gov.br





Tudo isso se deve a escolha acertada da governadora para a
secretaria da seguranca: Enio Bacci.


Apesar de ser do PDT Enio teve uma grande atuação na
vitória do "não" no referendo sobre a
proibição da venda de armas no ano retrasado.


Enio e um defensor de uma política obvia de combate ao
crime, o combate aos criminosos. E obvio mas no Brasil de hoje, se
acha que tratar os criminosos com casa, comida e carinho, sendo
simpáticos e solícitos quando abordados por eles os
fará saber que o crime não compensa..


Bacci sabe que existe uma regra básica para a queda das
taxas de criminalidade: sempre que o risco da atividade criminosa se
torna alto (risco de morte, risco de acabar na cadeia) ela deixa de
ser economicamente interessante para muitos delinqüentes ou
criminals wannabes.


E isto se faz com repressão


Como diria Dostoiveski: "Crime e Castigo".


Mas e claro que isto cria um outro problema, pois as detenções
aumentaram, há mais bandidos nas cadeias e o sistema
carcerário está superlotado.


Muitos veículos adeptos do "peace and love" para com os
bandidos, já adotaram o novo problema. Parece que a
superlotação dos presídios incomoda mais ao
cidadão médio do que a queda nos índices de
criminalidade!!


Mas estou tranqüilo pelo que li na Zero
Hora de domingo passado


"Para promotores que fiscalizam a execução das
penas, outra alternativa para desafogar as prisões é
garantir que detentos com direito à progressão de
regime seja retirados das casas de regime fechado".


Agora eu entendi!! Para acabar com o problema das prisões
lotadas o negocio e soltar os presos...


O Brasil virou um circo.... Para cada um cidadão com o mínimo de bom
senso , existem dezenas de idiotas a botar tudo a perder...

Tags: superlotacao | repressao | cadeias | brasil | Crime

Um comentário:

j.p. disse...

É tão simples! Basta construir mais presídios! Cancele a Aposentadoria Rural e use o dinheiro que restar na pasta para construção de presídios. Faça o que quer que seja. Transforme velhos cargueiros em “navios-prisão”. Não somos um país de primeiro mundo logo não precisamos ter cadeias de primeiro mundo. Os presos terão de viver em cadeias de terceiro mundo sim. Construamo-nas!