segunda-feira, dezembro 13, 2004

Resposta a um "rebelde" sem pausa

Meu nobre comentarista pediu algumas palavras....

Os jovens brasileiros estão cada vez mais se transformando em cópia caricata da alienada, drogada, idiotizada, consumista, degradada e fútil juventude estadunidente. pequeno-burgueses dos jovens estadunidenses.......Prove com FATOS.


A primeira prova é o seu comentário: exatamente igual à opinião de 99% desta juventude que "atacas".
Segundo: Se os jovens brasileiros pensasem de modo semelhante aos jovens dos EUA, George Bush não teria os maiores índices de reprovação mundial NO BRASIL, ou ele não teria ganho as eleições nos EUA com o recorde de 60 milhões de votos.
O jovem brasileiro pensa exatamente o que a grande mídia americana e brasileira querem que ele pense: “culpem os Estados Unidos primeiro”.
Só que lá não tem tanto sucesso como aqui.
O maior centro de irradiação do anti-americanismo são os Estados Unidos, exatamente os 48% que foram derrotados nas eleições. Os filmes, músicas e tudo o mais aqui reproduzidos são os do lado “anti” dos Estados Unidos.
Os americanos alienados e tudo o mais que tu te referiste são meias-verdades : existem mas não são – graças da Deus – a maioria. Por isso , se existe alguma esperança de algum país reverter a tendência entrópica mundial, este país não será o Brasil: serão os Estados Unidos, que ainda tem a uma porção não apodrecida (melhor dizer “desconstruída”).
A sociedade americana experimentou um renascimento conservador que agora emergiu por completo. O número de pessoas que tem alguma religião e a praticam nos Estados Unidos é igual ao número de votos que GWB teve nas últimas eleições. O quadro que você pinta dos americanos, na verdade são o retrato acabado do que são os europeus neste começo de século: uma embalagem vazia, pronta a receber o recheio ideológico preferido dos controladores de mente...

O fato de brasileiros gostarem de Big-Mac (minha filha adora) e tudo o que de moderno (e foi gerado em sua maior parte nos EUA) demonstra uma esquizofrenia bem marcante: influenciado pelos meios esquerdistas de comunicação ele “odeia” os americanos da boca para fora, mas não consegue viver sem eles. Pois só uma sociedade como a americana poderia ter as condições de crítica a ela mesma...Se os meios de comunicação parassem de orquestrar sua lavagem cerebral, perceberiam no ato a contradição de seu anti-americanismo...

"Depois afirma que nunca aceitou imposições de "grupos" e procurou sempre buscar uma identidade própria. Acreditaremos em você se nos provar que jamais pagou para assistir os debilóides filmes americanalhados, nunca pôs os pés naquela espelunca chamada Mc Donalds, nunca entrou em um "shopping center" para fazer comprinhas de natal, nunca usou tênis ou roupas de grifes estadunidentes, nunca assistiu desenhos de Walt Disney, nunca quis conhecer o Mickey, nunca ouviu músicas de origem inglesa, etc. Se você já vivenciou uma ou mais das situações descritas acima você não é e nem nunca foi "inconformado" mas sim igual a todos os jovens que você mesmo acusa serem mentecaptos! ha ha ha."


Ir ao shopping center or usar a internet me filia a algum grupo? Também uso creme dental, isso me filia a algum outro grupo ideológico, a alguma matilha?

Se creditas ao Olavo de Carvalho o responsável por sua visão de mundo então estás completamente míope!

Sim! Eu sou míope -uso óculos - mas não sou “idiota coletivo”, ehehehe
Com certeza achas que o gramscismo "tomou conta" de nossas universidades, que os jornalistas esquerdistas estão à soldo de Fidel Castro. Que Cuba pretende invadir o Brasil, que existe uma conspiração secreta para instalar uma ditadura comunista no Brasil engendrada por intelectuais, psicólogos e donas de casa; que o Chavez está articulando uma mega-coalização de países "socialistas" na América Latina, que Bill Clintou foi agente do PC da China... Esta é a visão "carvalhesca" que você tem do mundo.


Estás com a razão: quem visita semanalmente Fidel Castro, ajuda Chavez, perdoa dívidas do ditador do Gabão, visitou Kadafhi e prometeu asilo político ao Saddam Hussein foi o .... Olavo!!!


Se você acha a direita no Brasil "outsider" vá morar no Nordeste. Lá você vai obeceder ao "coronél" de direita dono de terras que manda na cidade, conviver com milhões de pessoas que passam fome e ainda agradecem a Deus, pedir bênçãos ao painho direitista ACM, ir à missa todo domingo cercado por beatas velhas direitistas e ter uma imagem de padre Cícero em casa.


Desde quando Coronél é direita? Só é se considerar Maluf, ACM e outros de direita.
Esta é a prova de nosso completo status de outsider: não temos nenhum tipo de representatividade, pois os partidos políticos no Brasil só representam a eles mesmos e não a um ideal ou plataforma política. Tirando os partidos de esquerda, extremamente fiéis a sua ideologia, os partidos de “direita” são facções para tirar dinheiro dos mais incautos!!
Maluf direitista ? Que nada, Maluf é malufista!
ACM direitista? É carlista!
E assim por diante. Os coronéis são “coronelistas” !!!
Nosso caráter outsider é que somos completamente contra o que está aí. Muitas vezes queremos salvar o capitalismo até dos próprios capitalistas, que não fazem nada diferente de vestir a carapuça entregue pela esquerda e reafirmar o modelito Justo Veríssimo.

Sobre os rebeldes, você pode ser considerado um rebelde "sem pausa": atira ao menor sinal do "inimigo" real ou imaginário, SEM PAUSA, nem para pensar. Acaba atirando no próprio pé...

16 comentários:

Anônimo disse...

Americanalhada, espelunca de McDonald's, estadunidense... Essas palavras são como um pré-aviso: antes de ler qualquer texto eu as procuro. Se estão presentes, finjo que o texto não existe, e pronto. Poupa tempo e saúde mental.

Outras palavras nesse estilo: neoliberalismo, globalização, imperialismo, guerra de Bush, Bushismos, ações afirmativas, culpa da sociedade, elite dominante, excluídos... a lista é interminável!

Anônimo disse...

Não fiquei satisfeito com suas "provas" e por isso respondo a ti novamente. Para provar que os jovens brasileiros são cópia caricata da juventude estadunidense eu afirmei o seguinte:

- a juventude brasileira foi dogmatizada por uma brutal propaganda de massas à tornar-se extremamente consumista;
- a juventude brasileira importa hábitos, costumes, modismos, tendências superficiais dos EUA;
- os maiores ídolos populares dos EUA são cultuados também pela nossa juventude;
- os produtos mais aceitos e consumidos pelos jovens de lá são também consumidos pelos jovens de cá;
- os valores de competição, auto-imagem, auto-afirmação, exibicionismo, individualismo tão presentes na cultura infanto-juvenil ianque também foram completamente impostos a nossa juventude por puros interesses mercadológicos;
- os filmes que a juventude ianque consome são exibidos também aos seus vizinhos do sul;
- a juventude brasileira identifica-se cada vez mais com símbolos dos EUA como os atores, superheróis, séries televisivas, etc;
- o idioma estrangeiro inglês é tão aceito pelos jovens brasileiros que geram patéticos anglicismos nocivos a nossa cultura;
- nossa juventude brasileira é tão colonizada que chegou ao cúmulo de importar comemorações como o Helloween dos EUA, festa de jovens ianques que agora se espalha tragicamente pelo Brasil.

Mais simples e direto possível do que isso não existe. Mesmo assim tu não contestaste nenhuma destas informações acima.

Preferiu usar a rejeição de Bush no Brasil. Em primeiro esta rejeição é elevada também nos EUA entre os mais jovens,segundo que a rejeição de Bush não é ideológica e sim pessoal. Bush é rejeitado por atos decisórios personificados de governo como a guerra no Iraque e não por sua plataforma ideológica conservadora. Tanto que em 2001 detinha péssimos índices de aprovação nos EUA (antes do 11/09) e aqui não eram seguidos da mesma forma.

Você escreveu:

O maior centro de irradiação do anti-americanismo são os Estados Unidos, exatamente os 48% que foram derrotados nas eleições. Os filmes, músicas e tudo o mais aqui reproduzidos são os do lado “anti” dos Estados Unidos.

- Se os filmes e músicas reproduzidos aqui são o lado "anti" dos EUA qual a porcentagem deles que realmente criticam os EUA ao invés de enaltecê-lo? Existem muitos filmes produzidos nos EUA que não tratem os estadunidenses como heróis salvadores do planeta e raça superior capaz de impedir qualquer mal que ameaçe o mundo? Que músicas seriam estas como você afirma que desconstruiriam a imagem que por décadas os EUA se esforçaram tanto em construir para o mundo? A nossa juventude assiste a dezenas de filmes exibidos todas as semanas religiosamente; nossas crianças desde cedo são acostumadas a assistirem desenhos animados ianques. Que desenhos seriam estes que segundo você fazem parte do lado "anti" estadunidense? Gostaria de ter provas objetivas. A proporção de cultura anti-estadunidense gerada nos EUA é ínfima perto do que por décadas e décadas foi produzido lá com caráter pró-estadunidense. No mínimo desde os anos 1940 que o Brasil tornou-se uma colônia também no aspecto cultural e do entretenimento de massas dos EUA.

Depois:

Os americanos alienados e tudo o mais que tu te referiste são meias-verdades : existem mas não são – graças da Deus – a maioria. Por isso , se existe alguma esperança de algum país reverter a tendência entrópica mundial, este país não será o Brasil: serão os Estados Unidos, que ainda tem a uma porção não apodrecida (melhor dizer “desconstruída”).

- Mas quem inventou a industria do entretenimento, o consumismo em escala global, a coisificação do ser humano e a noção de "status" baseado em pseudoconquistas de bens materiais não foram os próprios EUA? Quem criou o universo corporativo, a existência baseada em aparências, o acúmulo de dinheiro como símbolo de poder não foram os ianques? Como podem os inventores desconstruirem seu próprio invento, tendo sido tão demorada, árdua e tenaz a construção?

Mais adiante:

A sociedade americana experimentou um renascimento conservador que agora emergiu por completo. O número de pessoas que tem alguma religião e a praticam nos Estados Unidos é igual ao número de votos que GWB teve nas últimas eleições. O quadro que você pinta dos americanos, na verdade são o retrato acabado do que são os europeus neste começo de século: uma embalagem vazia, pronta a receber o recheio ideológico preferido dos controladores de mente...

- Não acredito em nada que se apresente como religioso. Não tenho condições de debater aspectos religiosos sendo ateu. Não vejo ressurgimento algum nos EUA e não creio que a eleição de Bush seja reprensentativa em relação a isso. Bush nunca foi fundamentalista cristão como o grupo que tanto o apoiou nesta eleição. A ênfase no discurso moralista de campanha foi obra publicitária de seu marqueteiro Karl Rove. Bush buscou (diferentemente da campanha de 2000) aparecer como guardião dos valores morais dos EUA, representante da igreja e fiél depositário das aspirações políticas dos fundamentalistas que agora o atazanam exigindo em troca de seu apoio leis mais reacionárias, nomeações, favores, etc. A Europa está em estágio semelhante de decadência mas pelo menos tem diversidade étnica, cultural, política, social e histórica muito maior do que os EUA.

Segue:

O fato de brasileiros gostarem de Big-Mac (minha filha adora) e tudo o que de moderno (e foi gerado em sua maior parte nos EUA) demonstra uma esquizofrenia bem marcante: influenciado pelos meios esquerdistas de comunicação ele “odeia” os americanos da boca para fora, mas não consegue viver sem eles. Pois só uma sociedade como a americana poderia ter as condições de crítica a ela mesma...Se os meios de comunicação parassem de orquestrar sua lavagem cerebral, perceberiam no ato a contradição de seu anti-americanismo...

- Você está enganado, não se trata de odiar ou amar. Trata-se de consumir, de aderir, de seguir. Eu consigo viver perfeitamente sem uma série de itens propagandeados absurdamente como "indispensáveis" a uma existência humana saudável. Não insista nessa idéia de que brasileiros odeiam os EUA. É lá que a maioria gostaria de passar suas férias. Brasileiro adora dólares, coca-cola e a Britney Spears. Eu desprezo tudo isso. Não passa de lixo na minha opinião. Você deve atentar para que a maioria que você tanto critica possui padrão de comportamento médio semelhante ao seu. E principalmente comportamento importado dos EUA.

Ir ao shopping center or usar a internet me filia a algum grupo? Também uso creme dental, isso me filia a algum outro grupo ideológico, a alguma matilha?

- Negativo. Ir ao "shopping center" não o filia a nenhum grupo político mas revela um credo pessoal no mais consumista dos hábitos fúteis trazidos dos EUA e amplamente aceito por nossa sociedade colonizada arruinada. Quanto a usar internet depende do uso que você faz dela mas o importante é dizer que você se identifica muito com padrões sociais convencionais e tenta insurgir-se contra estes. Afinal, do que reclamas se te fartas a gozar tanto do que a "maioria" docilmente aceita? Nadas muito mais a favor do que contra a maré.

Estás com a razão: quem visita semanalmente Fidel Castro, ajuda Chavez, perdoa dívidas do ditador do Gabão, visitou Kadafhi e prometeu asilo político ao Saddam Hussein foi o .... Olavo!!!

- Engano seu. O Olavo só pega todas estas notícias e diz o seguinte: Antes de dormir confira três vezes se não tem algum comunista escondido embaixo de sua cama! Tony Blair também visitou a Líbia, e daí? Seria ele também um agente secreto comunista?

Desde quando Coronél é direita? Só é se considerar Maluf, ACM e outros de direita.

- Todos são representantes civis do movimento que culminou no golpe militar de 64. Esta turma já atua no cenário político brasileiro por mais de 50 anos. São carreiristas que construíram impérios particulares as custas do poder que recebiam dos governos militares. Roubaram o país inteiro mas tiveram primeiro suas autoridades conferidas para fazê-lo. Sempre tiveram apoio da população conservadora brasileira.

Esta é a prova de nosso completo status de outsider: não temos nenhum tipo de representatividade, pois os partidos políticos no Brasil só representam a eles mesmos e não a um ideal ou plataforma política. Tirando os partidos de esquerda, extremamente fiéis a sua ideologia, os partidos de “direita” são facções para tirar dinheiro dos mais incautos!!

- Eu não acho que os partidos de esquerda sejam fiéis a sua ideologia e os considero também extremamente corruptos apesar do discurso aparentemente favorável a moralidade pública. Os partidos de direita no Brasil são oligarquias subservientes de tradicionais grupos econômicos, eclesiásticos e financeiros em sua maioria. São figuras de alta confiança das elites para gerir o país e mantê-lo neste caos em que se encontra. Sem qualquer alteração no quadro social e mantendo políticas econômicas que só privilegiam setores ligados a especulação financeira.


Maluf direitista ? Que nada, Maluf é malufista!

- Pode ser malufista, mas é direitista também. Governou colocando suas forças policiais para perseguir populações marginalizadas, fez grandes obras para "capitalizar" seus sócios empreiteiros, serviu a ditadura, foi bajulador do Costa e Silva; sempre teve retórica moralista.


ACM direitista? É carlista!

- ACM é conservador, foi auxiliar civil da ditadura, esteve sempre defendendo interesses privados na Bahia onde governou como interventor. Construiu um império das comunicações no estado e foi durante anos ligado a Roberto Marinho. Foi nomeado por influência deste em 1985 para ser Ministro das Comunicações. Nunca defendeu teses esquerdistas e jamais escondeu suas predileções pelo credo direitista.

E assim por diante. Os coronéis são “coronelistas” !!!

- Claro, o PT é petista, o Lula é lulista... Entre Maluf, ACM e os coronéis existem semelhanças e ideologias comuns. Todos são contra reformas sociais, políticas de redistribuição de renda, melhoria nos padrões de vida das classes trabalhadoras, aumento de direitos trabalhistas, aumento de impostos e de gastos sociais, etc. Por outro lado seguem a fé católica, acreditam na repressão policial como forma de conter reinvidicações populares, são anti-coletivistas, anti-comunistas, contra movimentos sociais etc. Isto é ou não direitismo puro?

Nosso caráter outsider é que somos completamente contra o que está aí. Muitas vezes queremos salvar o capitalismo até dos próprios capitalistas, que não fazem nada diferente de vestir a carapuça entregue pela esquerda e reafirmar o modelito Justo Veríssimo.

- O capitalismo gera uma estrutra social que não depende de sua vontade para existir. A esquerda não entrega carapuças, ela explora as contradições inerentes ao modo de produção capitalista. A idéia de seu mestre Carvalho de achar que a esquerda deseja extinguir o capitalismo é puro deboche, a esquerda historicamente tem sido a maior salvadora do capitalismo, tentando sempre humanizá-lo, atenuar seus efeitos, gerar expectativas de melhorias, mudanças, etc. A esquerda crê no capitalismo mas abomina de fato estas troglodices religiosas como condenação ao aborto, perseguição de homosexuais, proibição do uso de preservativos, etc. A esquerda quer um capitalismo mais regulado e ausência de valores morais, só isso. Nada a ver com aquele louco do Olavo de Carvalho que acusa todo esquerdista de estar envolvido com uma conspiração secreta para instauração de uma ditadura comunista no Brasil. Ele sequer faz idéia de quem são na verdade os militantes marxistas-leninistas revolucionários clandestinos que atualmente atuam no Brasil.

Sobre os rebeldes, você pode ser considerado um rebelde "sem pausa": atira ao menor sinal do "inimigo" real ou imaginário, SEM PAUSA, nem para pensar. Acaba atirando no próprio pé...

- Atirei nas suas contradições; meus pés estão intactos. E tenho munição de sobra para "queimar"...hehehe

Anônimo disse...

Eu fico aqui me perguntando:

1) Por acaso você só vê filmes brasileiros? E só assiste aos que não receberam divulgação de empresas americanas?

2) Você só come empadinha no boteco, pra não ter que ir ao McDonald's?

3) Você se recusa terminantemente a entrar num shopping center e faz suas compras na vendinha da Dona Sinhá?

4) Você comemora o Dia de Curupira e do Saci Pererê?

5) Você se recusa a vestir calça jeans e tênis, porque seriam símbolos da juventude americana? Anda de tanguinha indígena na rua?

6) Que mala você deve ser, hein?

Então, meu amigo, você também precisa parar de usar eletricidade, internet, automóvel, telefone, televisão, os medicamentos mais eficientes, a medicina mais moderna atualmente, pois são todas invenções americanas. Que vida insuportável você vai ter.

Esse papo de cultura americana invadindo a cultura brasileira é de uma besteira sem tamanho. As culturas se INTEGRAM, o Halloween no Rio de Janeiro é comemorado com funk e pagode (horrível combinação, por sinal) e os aspectos dominantes da cultura mais forte sempre engolem os da mais fraca. Ou seja, a cultura brasileira é mais pobre que a cultura que você tanto critica. Basta ver que não existe o dia do saci pererê. Durma com um barulho desses!

Aliás, o que seria a cultura brasileira? Indígena? Negra? Portuguesa? Italiana? Alemã? Japonesa? Uma mistura de todas? Por que não misturar também com a cultura americana?!

Se você começar a recusar as influências culturais estrangeiras, precisa parar de comemorar o Natal e a Páscoa. Imagino você gritando pra um filhinho pequeno: "Papai Noel é o cacete, viva a cultura nacional! Vai dormir moleque, pára de chorar, que Natal é a celebração do nascimento de um estrangeiro!" Precisa também parar de ouvir música, porque é negra ou européia, não existe música 100% brasileira porque não existe nada 100% do Brasil.

Em NYC há um restaurante chinês e um italiano a cada esquina. E a cultura americana não sofreu nada com isso. O Halloween é uma celebração dos celtas, e a cultura americana não deixou de existir por causa disso. O Natal e a Páscoa são judaicos, e a cultura americana observa as datas com respeito. O dia de ação de graças surgiu quando ingleses comemoraram uma colheita boa nos EUA.

Caro amigo, você vive no século americano. Se acha que deu azar, problema seu. Mas só vejo duas alternativas a você: ou se mata, ou volta pras cavernas.

Espero que pelo menos saiba fazer pinturas ruprestes...

Saudações,

Leonardo (cujo nome é de origem romana, dado por um pai português em homenagem a um gênio italiano, de sobrenome português, e que não sente a menor necessidade de mudar pra algo tipicamente brasileiro. Até porquê, esse algo não existe.)

Anônimo disse...

Alo, aqui te escreve Charlie - o outro anonimo rebelde sem pausa precisa de ajuda psiquiatrica urgente: nao gosta de mulher nem de dinheiro! Ele pessoalmente conhece nenhum americano e jamais esteve na America como mero turista. Sabes porque? Nao tem como comprovar a renda irrisoria, nao declara imposto , nao consegue obter passaporte muito menos um visto no consulado americano mais proximo da aldeia onde vive. E um idiota util a causa socialista e nao merece pena. Voce fez um trabalho didatico desmontando o cretino. Seja menos piedoso da proxima vez. Comunistas nao estao sob nossas camas mas no palacio do Planalto. Nao por muito tempo eu te garanto.

Anônimo disse...

Eu nunca vou entender esses fascistas que são fascistas, mas não gostam de serem chamados de fascistas...

Anônimo disse...

Charlie diz: e somente sua opiniao e voce tem direito a ela. So nao sente-se ao meu lado no Air Bus e tente tomar meu dinheiro para sua causa perdida. Ja fez sua barba hoje com Gillette GII, tomou seu Nescau e foi procurar emprego em um posto Esso?

Anônimo disse...

E você?

Anônimo disse...

Charlie e financeiramente independente, fotografo publicitario, vive em um pais economicamnete estavel, dedica-se a hobbies como ski alpino, artes e bons livros; e voluntario no centro comunitario onde ensina fotografia a criancas e quando sobra tempo responde a posts a cretinos como voce.

Anônimo disse...

Culturas se integram! Concordo plenamente. Finalmente a cultura pagã poderá integrar-se à chatice cristã! Ou a cultura nórdica e seus deuses, estes sim, verdadeiros.

"Resposta a..." é um dos melhores estilos olavescos, cujo ápice foi atingido com a "argumentação" de Olavo de Carvalho na área que abrange a teoria evolucionista das espécias ao Colucci. Neste, Olavo de Carvalho fez o que sabe melhor: ofender a pessoa com quem dialoga quase que ininterruptamente. O intuito? Sei lá, só sei que constitui outra peculiaridade que permeia as célebres obras do astr... ops, filósofo.

Anônimo disse...

As olavetes nazi-fascistas puxa-sacos de Madame Pompadour de Carvalho não tem mesmo vergonha na cara. Façam um uso alternativo dos canais retos dos seus sistemas digestivos.

Anônimo disse...

Vc dá sono, esquerdista. Vá pra CUba e deixe o Brasil ser rico.

Anônimo disse...

Como a esquerda é a maior defensora do movimento gay, imagino que, ao sugerir o uso alternativo do canal retal, vc deva estar falando de cátedra. :)

Anônimo disse...

Pelo visto você entende bem do assunto, né Rogéria?

NKVD disse...

"Charlie"? hahaha...o nome combina bem com a personalidade boçal, beócia e bucéfala. Já és uma piada ambulante. Gosta de dinheiro "Charlie"? Mas qual é a prostituta que não gosta? Com certeza eu não conheço muitos "americanos" mas sua mãe em compensação já deve ter "servido bacalhau" para vários deles. Estás preocupado com meus rendimentos, "Charlie"? Quem especula sobre finanças de macho é "putinha-de-butique". Sabia "Charlie"? Sua biografia é tão modesta e desinteressante quanto a de um castôr africano. Esperava que tivesse orgulho em declarar-se poeta, diplomata, escritor, filósofo, político, historiador; até um doutorando em economia já não faria má figura... mas um reles lambe-lambe imigrante morando em um "país estável" só para receber trocados em dólar? hahaha...Nunca vou entender esta compulsão que certos indivíduos nutrem pelo ridículo hábito em endeusar outros povos, nações e culturas cujos atributos são sempre considerados como "superiores". Nosso amigo "Charlie" não pode ver um passaporte estadunidense que já quer logo se pendurar no saco. "Charlie", espero que continue fazendo seu trabalhinho monótono e sua demagógica "boa ação" de ensinar criancinhas a tirar fotos. Com certeza tirar fotos é uma tarefa das mais emocionantes, edificantes e intelectualmente difíceis que existem...quase tão difícil quanto espremer uma laranja. Se achas que Lula é "comunista" só te posso recomendar leitura, estudos e menos alfafa no almoço pois o que tu comes no almoço defecas na hora escrever suas babaquices reacionárias. E quanto a gostar de mulher se tu fosses uma, "Charlie", tenha certeza de que eu comeria. Adoro foder mulher interesseira, vulgar e que cobra em dólar, só para machucá-las por dentro..hahaha.

NKVD disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
NKVD disse...

Eu fico aqui me perguntando:

1) Por acaso você só vê filmes brasileiros? E só assiste aos que não receberam divulgação de empresas americanas?

QUE ISTO LHE INTERESSA? EU VEJO FILMES DO BRASIL, ESPANHA, ITÁLIA, FRANÇA, ALEMANHA, ARGENTINA, MÉXICO, ENTRE OUTROS. E NÃO VEJO ESTAS TROGLODICES QUE ENTOPEM NOSSOS CINEMAS VOLTADAS PARA PÚBLICO ORDINÁRIO, BOÇAL E SEMI-RETARDADO. NÃO GASTO DINHEIRO COM ESTAS BIZARRICES PRODUZIDAS PELA GRANDE INDUSTRIA COMERCIAL MONOPOLISTA DOS EUA. NÃO BASTASSE AS MENTECAPTAS PRODUÇÕES AINDA INVESTEM BILHÕES DE DÓLARES EM PROPAGANDA PARA ATRAIR IDIOTAS COMO VOCÊ.

2) Você só come empadinha no boteco, pra não ter que ir ao McDonald's?

MEU CARO, JÁ OUVISTES FALAR EM RESTAURANTE? SE JÁ, ENTÃO PERCEBAS COMO ÉS ESTÚPIDO EM ME FAZER PERGUNTAS DESTE TIPO. SÓ EXISTE A ESPELUNCA DO PALHAÇO RONALD MCDONALD PARA SE COMER? QUE TE ENCHAS DE GORDURA E TE ENCHARQUES DE COLESTEROL, TUDO BEM, É PROBLEMA SEU. AGORA QUERER FAZER APOLOGIA DESTE LIXO COMO SE NÃO HOUVESSEM OPÇÕES A NÃO SER BOTECOS QUE SERVEM EMPADINHAS JÁ ESTÁ PASSANDO DO LIMITE TOLERÁVEL DA BURRICE.

3) Você se recusa terminantemente a entrar num shopping center e faz suas compras na vendinha da Dona Sinhá?

QUANDO PRECISO DE ALGO TENHO A MINHA DISPOSIÇÃO MILHARES E MILHARES DE LOJAS DOS MAIS VARIADOS MOTIVOS, COM OS MAIS DIVERSOS TAMANHOS E OFERENCENDO VARIEDADE INFINITA DE PRODUTOS. SE OUSASSES A PERAMBULAR MENOS EM FRENTE AS VITRINES DESTES MONUMENTOS À PALERMICE CONSUMISTA VERIA TAIS LOJAS AO SEU REDOR. ELAS COSTUMAM FICAR NAS RUAS, UM POUCO DISTANTE DE ONDE VOCÊ, PRESO E CIRCULANTE, FAZ SUAS COMPRAS.

4) Você comemora o Dia de Curupira e do Saci Pererê?

TENHO FASCÍNIO PELO FOLCLORE BRASILEIRO DESDE A INFÂNCIA E COMEMORO TODOS OS DIAS POR TER NASCIDO EM UM PAÍS TÃO VASTO E RICO EM CULTURA COMO O NOSSO.

5) Você se recusa a vestir calça jeans e tênis, porque seriam símbolos da juventude americana? Anda de tanguinha indígena na rua?

CALÇA NÃO SENDO "JEANS" EU USO, TEM ALGO CONTRA? TÊNIS NÃO USO POIS NÃO SOU MODISTA NEM GASTO DINHEIRO COM MULTINACIONAIS ESTRANGEIRAS QUE EMPREGAM MÃO-DE-OBRA PRECÁRIA OU SEMI-ESCRAVA EM PAÍSES PERIFÉRICOS.

6) Que mala você deve ser, hein?

DIGO O MESMO DE VOCÊ, UM PATETA ALIENADO, SEM ORIGINALIDADE, IDENTIDADE OU IDÉIAS PROGRESSISTAS E QUE RESUME A PRÓPRIA VIDA AO GESTO VULGAR DE ADQUIRIR CERTA QUANTIDADE LIMITADA DE BENS ÚTEIS.

Então, meu amigo, você também precisa parar de usar eletricidade, internet, automóvel, telefone,

INTERNET É SOMA DE ESFORÇOS DE PESSOAS QUE ATUARAM EM SEU PROJETO PELO MUNDO INTEIRO.

televisão, os medicamentos mais eficientes, a medicina mais moderna atualmente, pois são todas invenções americanas. Que vida insuportável você vai ter.

CARO DESINFORMADO, TELEVISÃO EU NÃO ASSISTO. O TELEFONE CONVENCIONAL FOI INVENTADO POR UM JUDEU E SÃO TAMBÉM OS JUDEUS QUE FAZEM A MEDICINA MAIS AVANÇADA DO MUNDO. O TELEFONE CELULAR FOI CRIADO POR UMA EMPRESA SUECA. O AUTOMÓVEL PELOS ALEMÃES E NÃO ME RECORDO DE TER GASTO MEU DINHEIRO COM MONOPÓLIOS FARMACO-QUÍMIDOS DOS EUA.

Esse papo de cultura americana invadindo a cultura brasileira é de uma besteira sem tamanho.

TEM CERTEZA DE QUE VOCÊ VIVE NO BRASIL?

As culturas se INTEGRAM, o Halloween no Rio de Janeiro é comemorado com funk e pagode (horrível combinação, por sinal) e os

SEM COMENTÁRIOS...VOCÊ ESTOUROU O LIMITE DA INOPERÂNCIA MENTAL.

aspectos dominantes da cultura mais forte sempre engolem os da mais fraca. Ou seja, a cultura brasileira é mais pobre que a cultura que você tanto critica.

ISTO É UMA DAS MAIORES IMBECILIDADES QUE EU JÁ LI NA VIDA. O QUE TU CHAMAS DE CULTURA É NA VERDADE PODER ECONÔMICO E FINANCEIRO. ENTENDEU? É O PODER DAS GRANDES INDUSTRIAS ASSOCIADAS AOS SEU REPRESENTANTES NO BRASIL QUE NOS ABARROTAM ANUALMENTE COM ESTE LIXO MONUMENTAL E INÚTIL QUE TU CHAMAS DE "CULTURA".


Basta ver que não existe o dia do saci pererê. Durma com um barulho desses!

EXISTE O DIA NACIONAL DO FOLCLORE E EM VÁRIAS REGIÕES DO PAÍS AINDA SE MANTEM COSTUMES, HÁBITOS, CRENÇAS, PERSONAGENS, TRADIÇÕES, MITOS, LENDAS, FESTAS E CELEBRAÇÕES TÍPICAS DA ALMA BRASILEIRA.

Aliás, o que seria a cultura brasileira? Indígena? Negra? Portuguesa? Italiana? Alemã? Japonesa? Uma mistura de todas? Por que não misturar também com a cultura americana?!

MISTURAR? E QUEM DISSE QUE AS MULTICIONAIS DOS EUA QUEREM MISTURAR ALGUMA COISA? O MERCADO DE ENTRETENIMENTO, CULTURAL DE MASSAS E MEDIÁTICO NO BRASIL ESTÁ COMPLETAMENTE TOMADO PELOS INTERESSES CAPITALISTAS DESTES GRUPOS. A CULTURA BRASILEIRA É INDÍGENA E AFRICANA COM ALGUMAS INFLUÊNCIAS EUROPÉIAS. EUA NÃO PRODUZ CULTURA, PRODUZ MATERIAL BARATO DE CONSUMO PARA POPULAÇÕES TERCEIROMUNDISTAS COLONIZADAS.


Se você começar a recusar as influências culturais estrangeiras, precisa parar de comemorar o Natal e a Páscoa.

HAHAHA... EU NÃO COMEMORO NENHUM DOS DOIS! FALA COMO SE FOSSEM ALGUMA COISA. NATAL É UMA FESTA MUITO ANTIGA DE ORIGEM PAGÃ QUE OS CATÓLICOS COMO SEMPRE SE APODERARAM E LHE DERAM O ATUAL SIGNIFICADO. NÃO ME DIZ NADA NEVE, RENAS, CHAMINÉ.. ESTOU NO BRASIL. E COMO NÃO SOU CRISTÃO A PÁSCOA TAMBÉM NADA SIGNIFICA.


Imagino você gritando pra um filhinho pequeno: "Papai Noel é o cacete, viva a cultura nacional! Vai dormir moleque, pára de chorar, que Natal é a celebração do nascimento de um estrangeiro!"

VOCÊ ACHA QUE O NATAL TEM ESTA ORIGEM? FODA-SE O PAPAI NOEL E MEU FILHO NÃO SERÁ IDIOTA DE ACREDITAR NESTAS BOBAGENS.

Precisa também parar de ouvir música, porque é negra ou européia, não existe música 100% brasileira porque não existe nada 100% do Brasil.

E OS NEGROS NÃO SÃO BRASILEIROS? TUDO O QUE É PRODUZIDO NO BRASIL COM IDENTIDADE NACIONAL É 100% BRASILEIRO. E A MÚSICA EUROPÉIA NÃO TEM GRANDES MULTINACIONAIS DESPEJANDO SEUS RITIMOS AQUI COMO FAZEM AS EMPRESAS IANQUES.

Em NYC há um restaurante chinês e um italiano a cada esquina. E a cultura americana não sofreu nada com isso.

E COMO SOFRERIA COM UM POVO QUE SÓ SE ALIMENTA DE PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS?

O Halloween é uma celebração dos celtas, e a cultura americana não deixou de existir por causa disso.

CARA, VOCÊ É PATÉTICO. VOCÊ ME FAZ LEMBRAR ESTES RETARTADOS QUE VESTEM FANTASIAS RIDÍCULAS PARA CELEBRAR O "HELLOWEEN" E IMITAR COSTUMES IMPORTADOS DOS EUA CRENTES QUE ESTÃO "ABAFANDO".

O Natal e a Páscoa são judaicos, e a cultura americana observa as datas com respeito.

JÁ HAVIAM ESTAS FESTAS MUITO ANTES DOS EUA SEREM COLONIZADOS PELOS INGLESES. SÓ FALTAVA ESTES IANQUES NÃO RESPEITAREM.

O dia de ação de graças surgiu quando ingleses comemoraram uma colheita boa nos EUA.

NÃO DIGA? SÓ FALTA AGORA VOCÊ DIZER QUE NÃO HÁ NADA DEMAIS EM IMITARMOS TAMBÉM ESTA FESTA, NÃO É MESMO? SENTARMOS TODOS EM UMA MESA COM UM PERU NO MEIO E FAZER "ORAÇÕES" SÓ POR QUE SEGUNDO VOCÊ, A "CULTURA" DELES É MAIS FORTE... QUANTA IDIOTICE.

Caro amigo, você vive no século americano. Se acha que deu azar, problema seu. Mas só vejo duas alternativas a você: ou se mata, ou volta pras cavernas.

MATAR-ME POR CAUSA DE GENTE COMO VOCÊ? HAHAHA...SEU HUMOR É ÓTIMO. SÉCULO DOS IANQUES? SUGIRO QUE VOCÊ FIQUE DE QUATRO TODOS OS DIAS VIRADO PARA WASHINGTON, A MECA DOS COLONIZADOS, E FAÇA ORAÇÕES PEIDANDO, QUER DIZER, PEDINDO PARA QUE O TIO SAM LHE PROTEJA E LHE DÊ MAIS RAMBOS, BUSH, MICKEYS, DONALDS, BARBIES E CAPITÃES-AMÉRICA DE PRESENTE.

Espero que pelo menos saiba fazer pinturas ruprestes...

O COLONIALISMO MENTAL É TANTO QUE DE SÚBITO SAÍMOS DA PRÉ-HISTÓRIA PARA O SÉCULO XXI GRAÇAS AOS EUA...QUANTA DEMÊNCIA...

FILHO DE PORTUGUÊS? JÁ IMAGINAVA...VOCÊ É MUITO ENGRAÇADO MESMO.